Sabemos que somos pecadores e que pecamos exatamente por isso. Somos falhos, mas em contrapartida nossa alma e nosso coração desejam, a todo momento, permanecer fiéis ao Senhor Deus e à Sua Palavra.

As Sagradas Escrituras nos ensinam que o cristão deve viver em um estilo de vida completamente diferente do mundo, na realidade o próprio Espírito Santo nos auxilia nessa tarefa nos mostrando onde estamos errando e nos ajudando a melhorar.

Embora o pecado não seja um estilo de vida para o cristão, sabemos que todos nós estamos sujeitos a pecar, nossa natureza caída ainda luta e milita contra a nossa natureza espiritual. Ainda estamos suscetíveis ao pecado e, em algum momento de nossa vida, iremos cair.

A resposta natural do ser humano ao pecar é repetir o que Adão fez, se esconder de Deus, como se isso fosse possível, se justificar, acusar os outros e, ao fazer isso, perder a possibilidade de ser perdoado por Deus.

Porém o salmista nos declara que o Senhor Deus é um Pai amoroso que está sempre de braços abertos esperando que Seus filhos confessem suas falhas, pois somente assim Ele virá e nos perdoará e nos purificará de todo o pecado.

Enquanto encobrirmos nossas transgressões estaremos declarando para Deus que não temos pecado algum e, desta maneira, o chamamos de mentiroso (1 João 1.10). O salmista declara que ele escondeu seu pecado e, imediatamente, passou a sofrer as consequências disso (v. 3-4).

A atitude mais sensata é se lançar aos pés do Senhor, confessar seus pecados, dar nome aos pecados e clamar pelo auxílio do Santo Espírito e, com toda certeza, Ele lhe dará da graciosa paz e perdão que excede todo o entendimento.

Hey, não fuja de Deus quando pecar, fuja para Deus quando pecar e, melhor ainda, se esconda nEle quando a tentação chegar, pois Ele te guardará e te dará forças.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.