Ao escrever clamando por perdão ao Senhor pelos seus pecados, o salmista declara que Deus não deseja sacrifícios ou holocaustos (v. 16), mas sim um coração contrito e arrependido.⁠

⁠Anos mais tarde o Senhor Jesus declara, recitando o profeta Oséias, que Deus deseja misericórdia e não holocaustos (Mateus 9.13).

Nossa mente humana sempre está em busca de sacrifícios, de holocaustos, para alcançar o favor divino e o seu auxílio. No entanto, o Senhor nos ensina que o que Ele deseja é um coração quebrantado, contrito, um coração que reconheça a sua insuficiência e que se lance nos méritos de Cristo.⁠

Davi sabia que nenhum sacrifício que ele fosse oferecer a Deus seria válido se o seu coração não estivesse arrependido pelo pecado que cometera.⁠

Muitas vezes vamos na direção oposta, oferecemos o sacrifício buscando agradar a Deus para então pedir perdão e se arrepender. Agimos como crianças quando são pegas em alguma travessura, tentamos dar um agrado para tampar o erro e depois confessamos.⁠

⁠Hey, mas não é isso que a graça significa e não é assim que funciona. Um coração contrito e arrependido reconhece que nenhum sacrifício irá amenizar a gravidade do pecado. Deus espera de nós um coração e mente que reconheçam Seu poder em perdoar pecadores e em lhes purificar de seus pecados.⁠

Jamais se esqueça, Deus está em busca de corações arrependidos e contritos e não de sacrifícios e holocaustos.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.⁠