No décimo quarto bloco de versos (105-112) do Salmo 119 o salmista declara ao Senhor sua fidelidade à lei. Mesmo passando por adversidades, lutas, perseguições e provações ele declara que permanecerá fiel aos mandamentos do Senhor.

Sabendo que somente a palavra do Senhor pode iluminar seu caminho (v. 105) e que os testemunhos de Deus são alegria para o coração do homem (v. 111) o salmista declara que, voluntariamente, ele se propõe a jamais esquecer os mandamentos eternos.

Uma vez iluminado pelo Santo Espírito seu coração não encontra alegria e paz em nenhum outro lugar a não ser na Lei do Senhor e em Sua Eterna palavra. Por este motivo ele declara, a fim de que sua alma jamais esqueça, "Inclinei o meu coração a guardar os teus estatutos, para sempre, até ao fim".

As adversidades que passamos hoje talvez não sejam as mesmas que o salmista enfrentou à milênios atrás, no entanto, assim como ele somente pela Palavra de Deus conseguiremos caminhar por este mundo de trevas, pois ela ilumina nossos passos, e somente nela encontraremos o conforto em um mundo cheio de desilusões.

Que assim como o salmista eu e você possamos inclinar nossos corações para obedecer e guardar os estatutos do Senhor até o fim, custe o que custar.

Que Deus lhe abençoe e até segunda-feira em mais um #LittleDevocional.