Em suas saudações finais à igreja de Filipos o Apóstolo Paulo orienta os irmãos para que eles não ficassem ansiosos com coisa alguma, mas que tudo fosse colocado diante de Deus em oração (v. 6).

E, logo em seguida, ele declara que a paz de Deus guardaria os corações e mentes deles e Jesus Cristo.Paulo nos ensina que, como filhos de Deus, não devemos ficar desesperados com absolutamente nada, não devemos nos destruir psicologicamente por um amanhã que somente Deus conhece.

E, diante dessa realidade, a única coisa que está ao nosso alcance é apresentar, em oração, nossas angústias e medos ao Senhor Deus.

Quando fazemos isso estamos, como filhos, depositando nas mãos de nosso Pai celestial a confiança de que, mesmo que Ele não aja como esperamos, sempre fara aquilo que for o melhor.

Hey, não permita que a sua ansiedade e as suas inquietações roubem a paz de Deus de seu coração, confie nEle, entregue tudo para Ele e desfrute da graciosa e incompreensível paz que Ele pode nos dar.

Descanse nos braços do Pai eterno, pois somente Ele é capaz de guardar o seu coração e mente das pressões e desesperos deste mundo.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.