Que é o homem

“Quando vejo os teus céus, obras dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites?” (Salmos 8:3,4)

📖 Medite

Tenho o privilégio de morar em uma pequena cidade do interior onde ainda é possível observar a beleza do céu noturno. E, em algumas noites, enquanto observo as estrelas não é raro me pegar refletindo acerca da grandiosidade do Senhor.

Há milhares de anos o salmista também se encantava com a grandiosidade dos céus, com a perfeição das constelações e a beleza dos astros celestes. E, diante da grandiosidade do Universo, o salmista questiona quem é o ser humano para que Deus com ele se importe.

Por que o Deus que criou as galáxias com suas infindáveis estrelas se importaria o homem em sua pequenez e insignificância? Por que o Criador que, com suas mãos, modelou planetas e corpos celestes pequenos e gigantescos se lembraria de nós?

O salmista, pela graça do Espírito Santo, encontra a resposta sem muita dificuldade: embora sejamos insignificantes diante da grandiosidade do universo, o Senhor nos criou para sermos alvos de Seu amor eterno.

Ele preparou com amor esse cantinho do Universo que chamamos de lar, nos deu de todas as dádivas e colocou em nossas mãos o domínio sobre sua criação. Tudo isso por causa de Seu eterno amor.

É inegável que somos insignificantes diante deste vasto Universo, no entanto, assim é para que jamais nos esqueçamos que somos completamente dependentes dEle.

🙏🏻 Ore

Pai, te dou graças por teu infinito amor e bondade, ajude-me a desfrutar plenamente de Sua presença, graça e amor. Sei que sou falho(a), sei que sou fraco(a) e que sem ti nada posso fazer, por isso oro a ti rogando por Teu auxílio. Não permita que meu orgulho me afaste de ti, não permita que minha prepotência me distancie de ti, mas me dê da humildade de teu Espírito para que, desta forma, seja capaz de desfrutar plenamente de ti. Oro em nome de teu filho Jesus, amém.