Em Cristo somos feitos pequenos filhos de Deus

Suportando as fraquezas

“Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos” — Romanos 15:1

📖 Medite:

Vivemos em uma geração que não é capaz de ser contrariada, todos lutam para que seus ideais, suas prioridades e vontades prevaleçam sobre o outro. E, infelizmente, corremos o risco de abraçar esse estilo de vida se não compreendermos os efeitos do Evangelho.

O Apóstolo Paulo nos escreve afirmando que fomos comprados e chamados por Cristo não para viver e agradar a nós mesmos, mas para, em tudo, servir ao próximo. Aqui ele ecoa o mandamento do Mestre: “amai ao próximo como a ti mesmo”.

Devemos permitir que o Espírito Santo desenvolva em nós o amor de Deus, o amor que se sacrifica pelo próximo, que estende a mão sem critérios e que conduz o outro até Cristo.

Para isso devemos negar nossa própria vontade e abraçar a vontade de Cristo, o cabeça da Igreja.

Aquele que é fraco na fé não deve ser alvo do meu orgulho teológico ou meu exibicionismo bíblico, pelo contrário, deve ser acolhido pelo amor de Deus manifesto em minha abnegação pessoal.

Nosso problema, no entanto, é que não estamos negando a nós mesmos para o crescimento do corpo de Cristo Jesus, não desejamos deixar nossas vontades, nossas práticas e nossa maneira de fazer as coisas para que o Nome do Senhor seja exaltado.

Se você ler o capítulo 14 de Romanos perceberá que o Apóstolo Paulo declara que até mesmo atitudes corriqueiras e cotidianas podem se transformar em pecado se elas escandalizam o fraco na fé.

Você pode estar tranquilo em suas ações, mas se o seu irmão se escandaliza então é melhor negar sua própria vontade para que suas atitudes não se tornem tropeço para o irmão.

Sim, o amor de Cristo nos exige renúncia, não apenas renúncia do pecado, mas renúncia de nosso próprio senso de certo e errado. Não temos autoridade em nós mesmos, tudo agora está debaixo da soberania de Cristo. Portanto, não devemos apedrejar o fraco na fé por se escandalizar, mas devemos negar a nós mesmos para não o escandalizar e, desta maneira, conduzi-lo à estatura de cristão perfeito em Cristo Jesus.

🙏🏻 Ore:

Pai, oro a ti pedindo que me auxilie a negar minhas vontades e liberdades por amor a Cristo Jesus e ao meu irmão. Não permita que meu orgulho se torne uma pedra de tropeço para os fracos na fé, mas me auxilie a manifestar o Teu amor. Para que desta maneira teu nome seja glorificado e teu Reino manifesto. Oro, em nome de teu filho Jesus, amém.