Após passar por um período de terrível angústia e de desespero (v. 3) o salmista registra o seu clamor ao Senhor por socorro (v. 4) e a resposta misericordiosa de Deus em seu favor (v. 5-7).

Diante do auxílio de Deus e do livramento que lhe foi concedido o salmista então se dirige à sua alma e diz "volta... a teu repouso", na Nova Versão Transformadora (NVT) lemos "volte... a descansar".

Não se trata, no entanto, de um abandono das responsabilidades ou de uma indiferença frente aos acontecimentos. Mas sim de uma postura de confiança no Senhor.

Deus tem sido bom para conosco e, por este motivo, podemos descansar nossas almas nEle.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.