O evangelista Lucas registra que, em determinado dia, algumas pessoas se aproximaram de Jesus comentando acerca de alguns galileus que haviam sido mortos por Pilatos enquanto sacrificavam a Deus (v. 1) insinuando que eles eram mais pecadores.

Jesus, no entanto, lhes responde declarando que aqueles homens não eram mais pecadores do que o restante da Galileia, todos estavam debaixo de pecado e, portanto, todos estavam debaixo da condenação.

Infelizmente não nos livramos dessa ideia deturpada. Não é raro encontrar "pastores" que se apresentam como profetas afirmarem que catástrofes naturais ou tragédias são fruto de pecados sendo julgados por Deus.

A resposta de Jesus ainda continua atual "Cuidais vós que esses galileus foram mais pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas?" Jesus nos apresenta a verdade como ela é: todos somos pecadores e todos estamos sujeitos à condenação se não nos arrependermos.

As almas ceifadas pelas catástrofes naturais ou pelas tragédias humanitárias não eram mais pecadoras do que eu e você. Todos carecemos da graça e da misericórdia de Deus e, como Jesus afirma, se não nos arrependermos pereceremos eternamente essa sim é a maior tragédia que alguém pode enfrentar.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.