A esperança da salvação e a glória eterna com Cristo, o alvo e o desejo de todo o cristão. Mas tudo isso parece tão distante, tão longe e tão inacessível da realidade, principalmente quando as adversidades surgem. Na realidade, o escritor aos hebreus nos declara que não, que tudo o que nos separa da glória é apenas um pouquinho de tempo.

Você pode se perguntar, no entanto, qual a razão do escritor aos hebreus utilizar o termo “um pouquinho de tempo” se, na realidade, todas as lutas, adversidades e perseguições sempre parecem ser infindáveis.

A resposta está no versículo anterior (v. 36), onde ele declara que necessitamos de paciência para alcançar a promessa de Deus. Aqui ele não trata de promessas terrenas, mas da promessa de salvação.

Diante da extensão da eternidade o escritor aos hebreus é capaz de declarar, com total confiança, que o tempo que passamos neste mundo, sendo afligidos, oprimidos e perseguidos, corresponde a um pouquinho de tempo.

O escritor encerra declarando que devemos ser não aqueles que se retiram para a perdição, mas aqueles que se mantém fiéis e perseverantes até alcançarem a salvação de sua alma (v. 38-39).

Hey, não sei quais têm sido as suas lutas e as suas adversidades, mas não desista, persevere, não abandone a caminhada, não deixe de confiar em Deus. Nenhuma adversidade deste mundo, por mais extensa que seja, se comparará com a glória da eternidade ao lado de Cristo.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.