Os discípulos chegam até Jesus lhe questionando acerca de quem será o maior no Reino dos céus (v. 1), o Mestre então chama uma criança, coloca à vista de todos e declara que o maior no Reino de Deus é aquele que com uma fé pura, como de uma criança, crê no Evangelho.

Após tratar sobre os escândalos, Cristo então nos apresenta uma pequena parábola de um homem que mesmo possuindo noventa e nove ovelhas em segurança se arrisca em procurar a que havia se desgarrado.

Assim como aquele pastor que se preocupou com uma ovelha, Jesus declara que o nosso Pai também se preocupa com Seus filhos, não é vontade dEle que nenhum deles se perca. E, da mesma forma, devemos agir como Ele.

Sabemos que os escândalos serão inevitáveis (v. 7) e, uma vez que a sentença para o que comete escândalo já foi dada (v. 6, 7), devemos nos dedicar à ovelha que se perdeu. Não estou dizendo que não devemos combater aqueles que escandalizam o Evangelho de Jesus, pelo contrário.

No entanto, o Mestre ao encerrar seu ensino contido neste bloco (v. 1-14) não aponta para aqueles que escandalizam Seus pequeninos, pois a sentença para eles já está dada. Sua preocupação é com a ovelha que se desgarrou.

Muitas vezes gastamos forças e energias nos objetivos errados, prendemos nossas atenções em quem provoca os escândalos e nos esquecemos das ovelhas que se desgarraram. Devemos alinhar nosso coração à vontade do Pai, pois se Ele se preocupa com o menor de Seus pequeninos, também devemos nos preocupar.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.