Já estamos alguns meses reclusos, com nossas atividades paralisadas e limitados em todos os aspectos. Não quero entrar na exaustiva discussão acerca do que deveria ser feito no cenário político, vamos nos limitar apenas em tentar compreender o que podemos aprender com toda essa situação.

O Apóstolo Paulo ao apresentar a realidade da glória futura e a insignificância de nosso sofrimento diante de uma eternidade ao lado de Deus (v. 18) nos leva a compreender que em todos os momentos e em todas as circunstâncias o Senhor ainda permanece no controle.

Talvez pela primeira vez em nossas vidas fomos privados de estar congregando fisicamente, de exercendo nossas atividades normalmente, talvez pela primeira vez o risco do desemprego se torna mais evidente ou a tão esperada estabilidade e planejada financeira fica cada vez mais longe.

Jamais teríamos condições de prever uma situação dessas e, na realidade, ela nos mostra a fragilidade de nossos planos, projetos e de nossas forças.

A pandemia de SARS-COVID-2 irá acabar, a vida seguirá o seu caminho e aqueles que amam a Deus continuarão caminhando seguros e firmes debaixo do amor de Cristo Jesus, pois nada nos separará do amor de Deus (Romanos 8:31-39).

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional