O tempo estava cumprido, toda a expectativa construída entorno da esperança do surgimento do Messias havia chegado ao fim, todas as promessas e profecias se cumpriram, o Cristo havia nascido e agora iniciava seu ministério.

Jesus então apresenta o Reino de Deus como próximo, ao alcance de todos e disponível para aqueles que se arrependem e creem no Evangelho. Pela obediência de Cristo Jesus e por sua morte vicária no calvário o império do pecado e da morte foi vencido, suas amarras foram quebradas.

Todos aqueles que se arrependem de seus pecados e creem no evangelho da cruz não se tornarão participantes do reino, num futuro distante, mas já são participantes dele hoje. Já vivem sob os valores, princípios e leis do Reino.

No entanto, embora já tenhamos acesso ao Reino, ainda não desfrutamos dele em sua plenitude, já vivemos sob sua constituição e leis, mas ainda não desfrutamos plenamente de toda a sua glória. O Senhor ainda não se assentou para governar as nações, mas Ele ainda fará, a terra ainda geme por causa do pecado, mas um dia ela se alegrará na presença do Rei.

Já vivemos o Reino, mas ainda não completamente. E enquanto a plenitude da glória não se revela, somos chamados para, assim como Jesus, anunciar "O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no Evangelho".

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.