Sempre que falamos de pecado ou de alguma prática pecaminosa nossa mente, rapidamente, associa ao ato, ao fazer, mas Jesus nos revela que a raiz do pecado é mais profunda e mais séria do que imaginamos.

Pecado não é apenas o que fazemos de errado, mas o que fazemos certo com a motivação errada, ou ainda, tudo aquilo que fazemos afastados de Deus. Há alguns dias li uma frase, se não me engano dita por John Piper, que declarava mais ou menos o seguinte: "Pecado é encontrar satisfação em qualquer outra coisa que não seja Deus".

Matar, roubar e mentir são pecados claros e evidentes, pois não apenas provocam grandes estragos, mas também porque são repudiados.

Mas será que quando planejamos nosso futuro retirando a vontade de Deus do centro também não estamos pecando? Ou quando compramos algo simplesmente para satisfazer nossos desejos egoístas também não estamos indo contra a Vontade do Senhor?

Por isso que o Apóstolo Paulo escreve em Romanos que não há um justo sequer, não ninguém que faça o bem, pois até mesmo as boas ações se estiverem afastadas do propósito de glorificar a Deus se tornam pecado.

Se entregue totalmente a Cristo, pois somente nEle encontramos a justificação de nossos pecados, o meio de remover, completamente, a nossa injustiça e o caminho para agradarmos a Deus.

Que o Senhor lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.