Acredito que você conheça, ou pelo menos já tenha ouvido falar, sobre a galeria dos heróis da fé. Homens e mulheres que entregaram a própria vida pelo Reino de Deus, que creram naquilo que não viam e, por sua fé, foram justificados diante do Senhor.

Ao tratar sobre estes “... dos quais o mundo não era digno” (Hebreus 11.38) o escritor aos Hebreus nos escreve apresentando sua bandeira e sua consciência de fé.

Nenhum dos heróis da fé recebeu ou desfrutou das promessas do Senhor em vida, mas ao reconhecerem que eram peregrinos sobre este mundo passaram a compreender que a maior promessa diz respeito não ao que vivemos aqui, mas ao que desfrutaremos na eternidade.

Séculos mais tarde outras dezenas de milhares de homens, mulheres e crianças também padeceram por sua fé, por amarem ao Senhor Jesus e, assim como os heróis de Hebreus 11, reconheceram que esta vida é apenas uma peregrinação rumo à Pátria Eterna.

Hoje, você e eu, somos chamados para caminhar rumo à nossa Pátria, rumo à cidade que o próprio Deus preparou, e por isso Ele se orgulha de ser chamado nosso Deus (Hebreus 11.16).

Hey, nenhum peregrino é aceito, nenhum peregrino é amado ou abraçado pela terra onde ele caminha, caso contrário não seria peregrino, mas sim um habitante dela. O sofrimento, a dor e a perseguição fazem parte do processo de desarraigamento, nos indicam que não é neste tempo e neste povo que devemos depositar nossa esperança, fé ou devoção, mas sim na Pátria Celestial.

Que Deus lhe abençoe e até segunda em mais um #LittleDevocional.