Estamos iniciando mais um ano e, neste primeiro dia, seria interessante refletir um pouco sobre nossa própria vida e sobre o que temos priorizado.

Cristo não tem em mente apenas a ideia do “olho malicioso”, do homem ou mulher que enxerga maldade em tudo e em todos, o conceito apresentado pelo Mestre é muito mais profundo do que isso.

No versículo anterior Jesus declara que nosso coração está exatamente onde nosso tesouro está (v. 21) e, por consequência disso, não somos capazes de servir a Deus e a Mamom (v. 24).

O Mestre afirma que nossos olhos são a candeia do corpo, processamos o mundo quase que instantaneamente pelos nossos olhos, mas se aquilo que enxergamos não passa pela lente do Espírito Santo então todo nosso corpo será envolto por trevas.

O homem mau jamais será capaz de servir a Deus, pois seu coração está depositado em outros tesouros, ele passará a enxergar o mundo sob a ótica do mundo, seu corpo será tenebroso, pois os valores que iluminam sua vida são tenebrosos.

Jesus nos alerta para o fato de que se não depositamos nosso coração em Deus e não encontramos nEle o nosso grande tesouro, corremos o sério risco de deixar de enxergar a realidade espiritual.

Você só será capaz de servir a Deus a partir do momento que Ele for o Seu tesouro e a lente que corrige toda sua visão. Enquanto seu coração estiver nas coisas deste mundo, sua visão e seu corpo serão corrompidos por este mundo.

Por isso deixe que o Espírito Santo ilumine seus olhos e lhe mostre o que é, de fato, valioso o suficiente.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.