De forma bastante resumida o Evangelista Lucas nos registra o sermão do Monte, que poderíamos considera-lo como os princípios morais do Reino. Assim como Mateus, Lucas encerra o ensino do Mestre com uma pequena parábola.

Jesus declara que só existem dois tipos de pessoas e Ele as classifica entre aqueles que ouvem Seus ensinamentos e praticam e aqueles que ouvem seus ensinos e não praticam.

Mas para o discípulo, para o homem e a mulher que deseja seguir ao Mestre não existe outra alternativa a não ser cavar fundo, lançar os alicerces sobre a Rocha, dedicar tempo em estruturar a fundação.

Não existe atalhos, não existe caminhos alternativos. Não é de se espantar que Jesus compara a obediência aos seus mandamentos à construção de uma casa. É um processo que requer dedicação, que exige esforço, abnegação.

Você pode optar por lançar uma fundação rasa e superficial, que não lhe exigirá nenhum esforço no estudo da Palavra, na santidade cristã ou no árduo caminho do discipulado. Mas Jesus é bem claro, quando a tempestade chegar e os ventos soprarem, não haverá fundação rasa que suporte.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.