O temor ao Senhor é o princípio da sabedoria. Mas o que seria temer a Deus? Será que, realmente, tememos ao Senhor?

O temor é mais do que um simples medo, é mais do que um pavor de Deus. Embora o ser humano em seu estado de depravação moral e espiritual tenha pavor de Deus, pois Ele é Santo, é Justo, esse não é o sentimento correto a alimentarmos.

Quando o proverbista declara que devemos temer ao Senhor ele não tem em mente apenas o conceito do medo, mas do respeito. Na sociedade israelita do Antigo Testamento não era muito difícil compreender o que seria o temor ou o respeito.

Infelizmente em nossa sociedade, que alguns tem chamado de pós-cristã, o temor foi jogado para escanteio, principalmente o temor a Deus.

No entanto, hoje chamo você para alimentar o temor ao Senhor, o chamo para conduzir a sua vida de modo a não o desagradar, não o afrontar, de modo que suas ações o honrem. Quando conhecemos quem Deus é, o quão Santo é o Seu Nome, automaticamente, passamos a conduzir nossas vidas de maneira a não afrontar e não manchar este Nome.

Hey, o temor que Salomão declara que devemos alimentar não é de um filho que se esconde com medo do pai, mas de um filho que se apresenta ao pai em reverência, respeito e honra.

Tema ao Senhor e que Ele lhe abençoe neste dia. Até amanhã em mais um #LittleDevocional.