O profeta Isaías tem um vislumbre da glória que haverá no Reino do Messias, os desertos florescerão (v. 1-2), os cegos enxergarão, os surdos ouvirão e os coxos andarão (v. 5-6), haverá abundância e paz (v. 7-9).

Embora a profecia tenha sido feita tendo em mente Sião e o povo de Israel encontramos nela esperança também para nós, gentios.

Parte do vislumbre profético se cumpre hoje, caminhamos alegremente à Sião, à presença do Deus Todo Poderoso. Assim como os judeus, anualmente, subiam até Jerusalém para adorar a Deus, nós nos curvamos, diariamente, diante da presença do Senhor e nos alegramos em suas misericórdias que toda manhã se renovam.

Diante desta promessa maravilhosa que, em partes, vivemos hoje somos convidados e encorajados a fortalecer os joelhos trêmulos, confortar as mãos fracas e, para nossos corações aflitos, a voz doce de Deus chama: "não temais", pois o Senhor virá em nosso auxílio.

Descanse na promessa e na certeza de que, ao final de tudo, Deus prevalecerá sobre tudo e que hoje, em Cristo, temos o caminho que nos conduz em segurança, longe do leão e do animal feroz, até Sião, até a presença graciosa do Senhor.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.